Quando se fala de Portugal, uma das primeiras coisas que vêm à mente são os maravilhosos vinhos produzidos no país. O vinho português é tido como um dos melhores do mundo, e não é para menos.

Não é à toa que os lusos possuem essa fama. Afinal de contas, tudo colabora para que o vinho de Portugal seja realmente um dos melhores do mundo. Por isso preparamos um post especial para falar um pouco sobre as regiões vinícolas em Portugal.

A ligação do vinho Português com a história do país

 

Os vinhos fazem parte de Portugal há mais de 2600 anos. Lá no século VII a.C, os gregos vieram e plantaram as primeiras vinhas, mas foi só depois de muito tempo que os vinhos começaram a ser um dos símbolos de Portugal.

Dois nomes são considerados como de suma importância para os vinhos de Portugal: Dom Afonso Henriques, que era um rei do século XV, e o marquês de Pombal, na metade do século XVIII. O primeiro instituiu uma política de exportação dos vinhos portugueses, determinante para que países de todo o mundo viessem a conhecer essa maravilhosa bebida. Já o segundo foi pioneiro na criação de uma região de vinhos demarcada, o Douro, que é de onde vem o famoso vinho do Porto.

Não fora por essas duas decisões, pode ser que, nos dias de hoje, o vinho não constituísse uma parcela tão importante da cultura e da economia de Portugal.

Regiões vinícolas em Portugal

 

As Melhores Regiões Vinícolas em Portugal Para Tomar seu vinho

São várias as regiões vinícolas em Portugal que os turistas podem se deliciar com vinhos dos mais variados tipos: dos brancos aos tintos, dos sexos aos suaves.

Para quem tiver o real interesse de visitar o país em busca de um bom vinho, é importante saber por onde começar:

Douro

Patrimônio da UNESCO, essa região é responsável pela produção de quase metade do vinho do Porto de todo o país. Porém, também existem outros tipos de vinho produzidos na região e que podem ser degustados pelos turistas.

A região do Douro fica a aproximadamente 550 Km da capital Lisboa.

 

Dão

Essa região de nome peculiar apresenta vinhos feitos com uvas de diferentes altitudes, já que é uma região bem alta, cercada por montanhas.

Além dos vinhos, a região também produz o famoso queijo português, que combina perfeitamente com vinho. Menos de 220 Km separam Dão de Lisboa.

 

Vinho Verde

Como é de se imaginar, o forte da região é o vinho português branco, bastante apreciado na culinária e também para degustação com diferentes pratos.

Aproximadamente 315 Km separam a região dos vinhos verdes de Lisboa.

 

Alentejo

Essa é uma região bastante quente e que também produz bastante azeite. Os vinhos são bastante frescos e possuem um sabor frutado.

Há só 285 Km de distância entre Lisboa e Alentejo, que é considerada a região portuguesa com maior volume de produção vinícola.

Existem também muitas outras regiões vinícolas em portugal em que se pode degustar um bom vinho do Porto ou de outros tipos, como Tejo, Bairrada, Minho e Valpaços, que são destinos certos para os enólogos e entusiastas de plantão.

Muitas outras dicas sobre a culinária e os vários tipos de vinho português podem ser encontradas no blog do Eno Gourmet Premium, que é uma leitura certa para quem deseja visitar Portugal e aproveitar a viagem ao máximo.

Conheça mais sobre o mundo da enologia no Eno Gourmet Premium, um dos melhores blogs de culinária típica portuguesa e aproveite para comprar vinho online.