Muitas vezes, observamos a confusão que alguns fazem entre os termos enófilo e enólogo. Esperando pôr fim a qualquer dúvida sobre estas duas figuras do mundo dos vinhos, propomos uma breve consideração sobre o tema.

O enólogo

De forma bem breve, podemos dizer que a enologia é a ciência que reúne os fundamentos e os métodos para a produção de um vinho. Desde o plantio, até a escolha das cepas, a extração do vinho, sua fermentação, as opções de guarda e envelhecimento. Ou seja, todo o processo de elaboração de um vinho diz respeito à enologia.

Logo, o enólogo é o profissional que cuida para que todo os conhecimentos e técnicas aprendidos sejam empregados para a produção de um vinho extraordinário em qualidade, aromas e sabores. Tomar um vinho deve ser, à perspectiva do enólogo, uma maravilhosa experiência sensorial.

O enófilo

Muito embora a etimologia do termo enófilo, oinos = vinho e filia = amor, sugira definir todo aquele que “ama vinho” ou que é “amigo do vinho”, podendo incluir nesta ampla definição tanto produtores quanto enólogos ou sommeliers, o enófilo é, por definição, o consumidor que encontrou no vinho uma paixão.

O vinho é uma bebida complexa, que reúne aromas que vão do frutado ao térreo, sabores que passam do doce da uva para os taninos finitos do barril de carvalho, resultante de um processo mais complexo ainda, que envolve o terroir, as castas, a fermentação, o envaze e até o tempo de envelhecimento.

Um bom vinho não é um acidente. É uma obra de arte! Por isso, é muito diferente tomar uma taça de vinho e ser um enófilo. O enófilo se define por sua paixão. Paixão que motiva à busca do aprendizado, do entendimento da origem do inconfundível rosso de um tinto e do salmoneado de alguns rosés. O vinho é cultura, é história, é arte, é tecnologia. O vinho é deslumbramento e paixão.

Olfato e paladar adquirem para o enófilo um novo significado. O olfato em contato com os aromas do vinho passa do sentido a uma sensação inebriante que carrega o deleite da satisfação e das memórias, e uma personalidade em formação.

No paladar, há uma nova dimensão, a confirmação das sensações antecipada pelos aromas. Um gole mais demorado, envolvendo a capacidade de sentir cada sabor. A presença da uva oferecendo o tom desta experiência, uma lembrança de lugares por onde não se passou, da brisa no rosto trazendo leves tons do Tejo. A percepção de uma boa estrutura, forte e elegante. Um equilíbrio quase mágico entre o vigor dos taninos e o frescor da acidez da uva, quase um duelo para ver o que se destaca. Felizmente, ambos definham com leveza sem cair no esquecimento, deixando suas marcas em um final de boca que o enófilo vai contar para todos que tiver oportunidade. Um prazer cativante que somente pode ser descrito por um amante do vinho.

Para enófilos

Os amantes do vinho sabem que Portugal produz vinhos incomparáveis em variedade de sabores e aromas. Por isso, encantamo-nos em oferecer aos nossos amigos e clientes a oportunidade de comprar vinhos online das melhores regiões de Portugal. Venha conhecer a carta de vinhos do portal da Eno Gourmet Premium.

Fique por dentro:

Saiba Mais: Monte da Raposinha | Vinho com Frango | Quinta dos Ingleses

Conheça mais sobre o mundo da enologia no blog de vinho Eno Gourmet Premium, um dos melhores blogs de culinária típica portuguesa e aproveite para comprar vinho online.