Confira os 4 principais fatores que contribuem para um bom resultado final de um vinho, e veja também onde encontrar os melhores vinhos de Portugal pela internet.

Para quem se interessa em saber mais sobre vinhos, pode ser um pouco complexo entender os fatores pelos quais algumas dessas bebidas são tão diferentes entre si, mesmo quando confeccionadas com as mesmas uvas, da mesma região, e com as mesmas técnicas.

A forma como a uva é cultivada até ser colhida, assim como as práticas enológicas usadas, fazem com que os vinhos possuam aromas, cores e sabores diferentes.

O clima de certa região e a composição do solo, também, são motivos pelos quais se altera o resultado final de um bom vinho português.

Veja a seguir mais detalhes sobre cada um destes fatores e como eles afetam o sabor final da bebida.

4 fatores que contribuem para o resultado final do Vinho de Portugal

1-    Clima

O clima exerce influência direta no processo de amadurecimento das uvas, assim como todas as frutas. A luz e o calor tornam as uvas mais ou menos maduras, o que reduz ou aumenta os níveis de acidez e de açúcar presentes em sua composição.

Existem regiões de clima frio, regiões de clima quente e regiões de clima ameno, e todas elas recebem diferentes concentrações de luz e calor.

Conhecer o clima da região já nos passa a ideia geral de quais as condições em que as uvas estão submetidas e qual o estilo de vinho que cada local está propenso a produzir.

Em Portugal, estamos diante de um clima mediterrâneo com distribuição irregular de chuvas, que provocam forte erosão do solo. É um dos países europeus com o clima mais ameno (temperatura média anual continental varia dos 4 °C, no interior norte montanhoso, até 18 °C, no sul.

Em vista disto, é possível encontrar os melhores vinhos do mundo vindos desse país, como o Vinho Branco encorpado.

2-    Solo

Quer ver como o solo interfere na criação de um bom vinho?

O vinho que nasce do Douro em Portugal é famoso por ser considerado um sobrevivente. A região conta com grande presença de granito, que é mais maciço que o xisto, e é dividido em várias camadas verticais que ficam por baixo da superfície, permitindo que a umidade se concentre e, assim, oferecendo espaço para que as raízes se infiltrem mais profundamente em busca de nutrientes.

Como resultado, tem-se um vinho robusto, diferenciado, encorpado e forte.

3-    Uvas

As variedades ou espécies de uvas colhidas para elaboração dos vinhos possuem influência direta no resultado final da bebida e também na sua qualidade.

Cada tipo de uva possui suas próprias características. As brancas, por exemplo, tendem a resultar em vinhos mais ácidos e refrescantes que as uvas tintas.

4-    Práticas enológicas

O sabor final de um vinho é totalmente influenciado pelas técnicas ou práticas aplicadas pelo enólogo. Vinhos fermentados em cubas de aço, por exemplo, e que não passam por barris de carvalho, são mais frutados, ácidos e frescos.

Vinhos estagiados em barris, por sua vez, apresentam aromas de especiarias, maior corpo, menor acidez e arredondamento dos taninos.

Encontre os melhores vinhos de Portugal pela Internet

No site do Eno Gourmet Premium, você encontrará os melhores vinhos portugueses, além de queijos e azeites para acompanhar uma boa degustação.

Navegue pela loja online e confira os diversos produtos disponíveis.

Conheça mais sobre o mundo da enologia no blog de vinho Eno Gourmet Premium, um dos melhores blogs de culinária típica portuguesa e aproveite para comprar vinho online.